Submarino

domingo, 7 de julho de 2013

Marvin, Wanessa e Dudu em Floripa

No dia 15 de junho, sábado, Marvin e eu vivemos uma das experiências mais maravilhosas das nossas vidas. Não é exagero. Quando você admira alguém, mas admira de verdade, não idolatra burramente, mas admira por seu talento, por sua personalidade, é um sonho poder encontrar essa pessoa. Assim, no dia 15, Marvin e eu encontramos Eduardo Spohr, na sessão de autógrafos no shopping BeiraMar. Sério, não imaginei que o Dudu seria tão atencioso com todos que estavam lá. E antes que você me diga que ele estava recebendo para estar lá, aguentando 100 nerds, eu te digo que dinheiro não compra atenção e educação. Eduardo passou uma hora conversando com o pessoal, e no final atendeu a todos que estavam lá. Esperamos duas horas para nosso livro ser autografado, mas valeu a pena. Eduardo conversou conosco, tirou fotos, e confesso que eu estava bem nervosa... Mas valeu a pena. Muito.

 (Eu conversando com o Dudu, com meu cabelo de espiga de milho. Ainda não acredito...)

(Nessa hora, eu falava pro Dudu que acompanhavamos sua carreira há alguns anos, enquanto lhe entregava uma lembrança. Fomos os únicos a presentear o Dudu em Floripa)

 (Marvin, Dudu e eu, dizendo que sou nerd e que o Acre não existe)
 
(Tá aqui)

3 comentários:

Marvin (Sérgio Rodrigues) disse...

Eu, particularmente, nunca tinha visto a Larissa tão nervosa, e ela me acusava que eu estava nervoso. Era engraçado. Eu sempre fico meio tímido, e pequeno nessas horas...

Wanessa Potter disse...

Pra mim você não é pequeno, você será sempre mais importante do que todo mundo. Eu estava nervosa porque estava bêbada, já falei.

Marvin (Sérgio Rodrigues) disse...

Bêbada? rsds