Submarino

quarta-feira, 10 de julho de 2013

#365Livros - #Livro191 - O UNIVERSO NUMA CASCA DE NOZ






O universo numa casca de noz
Stephen Hawking

Stephen Hawking é um gênio, um guerreiro, um herói, um exemplo. Além de tudo isso, em 2001 elucidou a ciência nem sempre agradável que é a Física para os leigos com O Universo numa casca de noz. Quando se encontra alguém inteligente e disposto a explicar sobre Física para pessoas como eu, por exemplo burras, você percebe quão interessante e totalmente relacionada com nossa vida esta Ciência está. Citando Shakespeare, “Eu poderia viver recluso numa casca de noz e me considerar rei do espaço infinito”, Hawking apresenta suas ideias e ideias gerais da física, destacando que não devemos nos esconder em nosso “universo”, devemos expandir nosso conhecimento. Hawking nos traz os grandes nomes da física, Albert Einstein, Richard Feynman, James Maxwell, Isaac Newton, Edwin Hubble, entre outros, além de grandes temas abordados pela Física. O paradoxo dos gêmeos, singularidades, Física quântica, conceito de tempo, teoria das cordas, buracos negros e vários outros temas pungentes da Física são tratados de maneira muito leve e inteligente por Hawking. Uma leitura essencial, para quem não quer viver dormente em sua própria casca de noz.

4 comentários:

Marvin (Sérgio Rodrigues) disse...

Não gostei do "burras"
Teimosa....

Wanessa Potter disse...

#DesculpaDeNovo

juliano cesar de oliveira disse...


Oi adorei.. muito obrigado...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..
www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

Sérgio Rodrigues disse...

Obrigado pelo comentário, Juliano. Um abraço. Vou procurar Reverso, fiquei muito interessado.