Submarino

domingo, 28 de julho de 2013

#365Livros - #Livro209 - VADE MECUM




Vade Mecum

A expressão “vade mecum” vem do latim, e numa tradução literal significa simplesmente “vai comigo” ou “vai conosco”. A expressão consagrou-se para se tratar do compendio jurídico, mas várias áreas têm seu vade mecum, já que se trata, genericamente, do livro que trás noções ou informações básicas de uma área, como o vade mecum farmacêutico, abrangendo, geralmente, listas de medicamentos.
Mas aqui quero tratar do vade mecum de direito. O vade mecum básico traz a Constituição, pode trazer o código penal, civil, CLT, outras leis de destaque. Direito é chato, mas as leis fazem parte da nossa vida. Acredito que toda casa deveria ter um exemplar do vade mecum, ou deveria ter sua versão on line, principalmente da Constituição, mas não só dela. O brasileiro precisa aprender a conhecer as leis do país onde vive, precisa saber quão arcaico é nosso código penal, enfim, as leis que regem nossas vidas como cidadãos brasileiros. Ninguém pode reclamar de algo que não conhece, como questionar o que há de errado na sociedade brasileira se a população não conhece seu âmago, suas leis? Em 2010, com 30 reais, comprei um vade mecum particularmente completo, trazendo desde a carta Magna, passando pelo Código de Transito, Código de defesa do consumidor, as principais leis brasileiras de desde o inicio do século XX, enfim, um livro muito completo, que todos deveriam ler e ter conhecimento. Não é exagero da minha parte, exagero é um povo que muitas vezes mal sabe cantar o hino nacional, e não tem o menor conhecimento das leis do seu país, e quer ser tratado como cidadão. Você tem que agir como cidadão, para reivindicar seus direitos.

Nenhum comentário: