Submarino

sábado, 2 de abril de 2011

Um segundo...

Você sabia que 1 segundo é a duração de 9.192.631.770 ciclos de radiação de uma transição eletrônica no átomo de césio-133 à -273,15 °C? Esta é a definição dada pelo Sistema Internacional de Unidades.
Horas, minutos, segundos... são medidas artificiais. O tempo é artificial. Somos dominados pelo relógio. E isso pode ser bom (pelo lado profissional, por exemplo), mas também pode ser ruim, afetando muito nossa vida, prejudicando-nos, deixando-nos estressados e ansiosos, nos fazendo pensar demais no passado, sofrer no presente ou nos preocuparmos demais com o futuro, sentindo medo. Eu mesmo sofro um pouco com isso, tenho tentado me ajudar, deixar a preocupação com o tempo um pouco de lado, mas não é muito fácil. Quando somos crianças, corremos e brincamos o dia todo, sem temer o andar dos ponteiros. À medida que crescemos, o relógio vai tomando conta da nossa vida, nos empurrando contra a parede, nos sufocando.
É lógico que devemos ser responsáveis e pontuais, mas a sensação de que perdemos tempo a cada minuto que passa nos acompanha, mesmo quando tentamos fazer algo útil. Pior é quando não vivemos COMO queríamos viver, ou O QUE queríamos viver. Aí, o resultado é bem pior...

Um comentário:

Wanessa Potter disse...

nós somos escravos do tempo. aliás, acho que há muito mais coisas sobre o tempo do que imagina nossa vã filosofia........