Submarino

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Treehouse of Horror XXIV (Casa da Árvore dos Horrores XXIV), por Guillermo del Toro


A Casa da Árvore dos Horrores XXIV: Uma abertura impressionante criada por Guillermo del Toro, com referências de muitos outros filmes que ele dirigiu, homenageando vários mestres, como Stephen King e Edgar Alan Poe. A Casa da Árvore dos Horrores XXIV foi ao ar nos EUA dia 06 de outubro, mais uma temporada de sucesso de Os Simpsons. 

O corvo do início da abertura parece o corvo de três olhos de Game of Thrones, mas não é;

Soldados do filme coreano R-Point (2004) e do filme inglês Deathwatch (2002) lutando contra zumbis;

A torre do relógio marca 10:04, horário de De Volta para o Futuro (Back to the Future, 1985);

O jaeger Gypsy Danger contra o kaiju Knifehead (Pacific Rim) lutam ao fundo; O ônibus escolar modificado como o da refilmagem de Madrugada dos Mortos (Dawn of Dead, 2004);

Um raio atinge e traz à vida o boneco gigante de Lard Lad Donuts, como os objetos de Comboio do Terror (Maximum Overdrive, 1986), e depois é devorado pelo Chefe Wiggum como o cíclope de Simbad e a Princesa (The 7th Voyage of Sinbad, 1958);

Alfred Hitchcock brinca com Os Pássaros (The Birds, 1963);

Bart escreve o texto do livro de Jack em O Iluminado (The Shining, 1980) enquanto o mestre do horror Stephen King o assusta;

O zelador Willie como Hellboy (2000) luta contra Karl Kroenen; Homer se transforma no monstro vampiro de Blade II (2002) e Carl vira Blade, o Caçador de Vampiros;

A versão original dos Simpsons está enterrada, assim como Godzilla, e abaixo estão o Sr. Burns como o Homem Pálido de Labirinto do Fauno (Pan’s Labirynth, 2006), e Smither como a fada, do mesmo filme;

Maggie está na esteira sentada ante os escaravelhos de Cronos (1993) e o número que aparece na caixa registradora é 666.

Marge é o inseto gigante de Mutação (Mimic, 1997);

Quatro versões de O Fantasma da Ópera (The Phantom of the Opera, 1925/1943/1962/2004)

Retrado da Maggie com tentáculos da Casa da Árvore do Terror IX (Treehouse of Horror IX);

Bart anda de skate pelos tentáculos do demônio Cthulhu;

Os autores H.P. Lovecraft (criador do Cthulhu), Edgar Allan Poe, Ray Bradbury (e seu Uma Sombra Passou Por Aqui (Illustrated Man, 1969), Richard Matheson (perto do personagem Mathias, do filme A Última Esperança da Terra (The Omega Man, 1971).

Bart e outros personagens são perseguidos pelos famosos monstros da Universal Studios: Frankenstein, Drácula, o Monstro da Lagoa Negra, Lobisomem, a Noiva do Frankenstein, o Homem Invisível, a Múmia e os alienígenas de Guerra entre Planetas (The Island Earth, 1955);

Maggie dirige o Lincoln Continental Mark III customizado do filme O Carro, Máquina do Diabo (The Car, 1977);

Millhouse é devorado pelo peixe mutante de três olhos da primeira temporada de Os Simpsons. A bicicleta parece com a de Os Goonies (The Goonies, 1985);

Rod Serling é segurado pelo robô da série Perdidos no Espaço (Lost In Space, 1965);

A planta Elemental (o Deus da Floresta) do filme Hellboy II (2008) aparece ao fundo;

Um morlock de A Máquina do Tempo (The Time Machine, 1960) surge atrás do Xenomorfo de Alien, O Oitavo Passageiro (Alien, 1979);

Lon Chaney em Londres depois da Meia Noite (London After Midnight, 1927);

Hans Moleman desenha a silhueta de Alfred Hitchcock;

A nave de Kang e Kodos (os alienígenas da série Os Simpsons) bate na nave de Os Primeiros Homens na Lua (First Men in the Moon, 1964);

Ro-Man, o Monstro Robô (Robot Monster, 1953) – (o gorila com um capacete) Alienígenas verdes de Invasion of the Saucer Men (1957), e O Monstro do Ártico (The Thing From Another World, 1951).

A Mosca da Cabeça Branca (The Fly, 1958), filme com Vincent Price;

O exército de esqueletos de Jasão e o Velo de Ouro (Jason and the Argonauts, 1963)

O lagarto monstro de Vinte Milhões de Léguas da Terra (20 Million Miles to Earth, 1957);

Nosferatu, o primeiro vampiro do cinema (1927);

O robô Gort de O Dia Em Que A Terra Parou (The Day the Earth Stood Still, 1951);

Johnny Eck e Schlitzie de Monstros (Freaks, 1932);

A Múmia e o Homem Invisível (novamente)

Daniel Clay de Plano 9 do Espaço Sideral (Plan 9 from Outer Space, 1959) ao lado da Morte;

No sofá Homer é Santi, o fantasma órfão de A Espinha do Diabo (The Devil’s Backbone, 2001);

Lisa cai no buraco do coelho, igual ao filme Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland, 1951);

O Sapo Hipnótico (Hypnotoad) de Futurama;

A recriação completa do final de Labirinto do Fauno (Pan’s Labyrinth, 2006), com Bart como Pan.

Um comentário: