Submarino

domingo, 23 de março de 2014

Não existe pecado maior ou menor

13 de março, quarta feira, estava indo para o trabalho e encontrei um filhote de gato abandonado na marginal da rodovia que passa pelo meu bairro. Estava muito magro, muito machucado, as patinhas em carne viva, e, completamente inocente, se espreguiçava e brincava na rua. Seria atropelado a qualquer momento, com certeza, na verdade, já era um milagre ainda não ter sido. Trouxe para casa, aqui deixei, com um pouco de ração e água, e o pedido para meus pais que o levassem ao centro de zoonose, porque não poderia ficar com ele, embora não faltasse vontade. Minha mãe deu leite para ele, que tomou com vontade e depois dormiu na grama, espichado, sem saber que minha gata estava maluca dentro de casa. Ainda naquela manhã foi levado à zoonose. Espero que esteja bem.

Contei toda essa história para dizer que, na minha fecal opinião, que não tem importância nenhuma, abandonar um animal é tão cruel quanto matar um ser humano. Nossa, como você é radical. Sim, sou. Uma criança não pede para nascer, um gato ou cachorro também não. Já falei aqui sobre como o ser humano transformou o gato e, PRINCIPALMENTE, o cachorro, em criaturas totalmente dependentes do ser humano. Um cachorro não sabe caçar, vive, quando abandonado, catando lixo nas ruas. Então chega esse animal medonho, o ser humano, cruza e reproduz gatos e cães ao seu bel prazer, acha yorkshires, labradores e outras raças "nobres" lindas, mas ignora os animais de rua, aqueles que não tiveram a mínima chance? Sim, abandonar um animal é tão terrível quanto um assassinato. Nem vou falara sobre os méritos de frigoríficos, pecuaristas e demais que alimenta a indústria da carne, essa discussão é longa. Só quero que, pelo menos, aqueles animais que o ser humano DIZ QUE ESCOLHEU para cuidar, para ser seu mascote, tenham cuidado, dignidade. Castre seu animal, não cruze, já temos animais demais abandonados. Se você não pode cuidar, não adote, não procure. O Sérgio cuida de uma gatinha que não escolheu, que apareceu abandonada em sua casa, e cuida muito melhor do que todas as outras pessoas que tem animais que eu conheço. Portanto, tenha responsabilidade com seu animal. Não brinque com uma vida.


Nenhum comentário: