Submarino

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Ignorância Brasileira

Fala-se tanto do povo brasileiro, de sua “virtude”, sua “perseverança”, sua “alegria”. Fala-se tanto de nosso país que é conhecido como “a terra do futebol e do carnaval”. Mas eu sempre critiquei este país, sempre critiquei este povo que se preocupa quando o Brasil perde uma Copa do Mundo mas não se incomoda com o fato de seu país ter um dos piores sistemas educacionais do mundo. E hoje, enquanto estudava uma apostila de “Redação Oficial”, tive uma revelação, a maior prova de que o povo brasileiro é hipócrita, e não patriota. Leiam o texto abaixo:
“... conhecer a própria língua não é privilégio de gramáticos, senão dever de todos aqueles que dela se utilizam. É erro de consequências imprevisíveis acreditar que só os escritores profissionais têm a obrigação de saber escrever. Saber escrever (e falar) a própria língua faz parte dos deveres cívicos. A língua é a mais viva expressão da nacionalidade.”
Este texto me trouxe a prova de que os brasileiros não têm a mínima preocupação com seu país, não têm patriotismo nenhum. Pois são pouquíssimos os brasileiros que sabem escrever razoavelmente. Não gostam de ler. Nossa média de leitura é muito pequena. Enquanto os ingleses leem 6 livros por ano, nós lemos um, no máximo, isso sem falar nas pessoas que NUNCA leram um livro. Falamos muito mal, somos cheios de erros e vícios linguísticos, que alguns “professores” tentam chamar de “regionalismos”, mas é apenas ignorância mesmo, nada mais. E além de lermos pouco, temos ainda uma grande dificuldade em compreender o que lemos. Não sabemos pensar direito. Somos manipulados e não temos opinião própria. Então, queridos brasileiros que porventura visitem este blog, saibam que amar futebol, pagode e samba não é ser nacionalista e muito menos patriota. Só seremos respeitados lá fora quando abandonarmos a vadiagem, a ignorância e a corrupção e mostrarmos inteligência, conhecimento e competência. Mas, se não sabemos sequer falar a nossa própria língua, como vamos evoluir?

Nenhum comentário: