Submarino

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

As sete maravilhas do mundo antigo - A pirâmide de Quéops

As sete maravilhas do mundo (também conhecidas como sete maravilhas do Mundo Antigo) são uma famosa lista de majestosas obras artísticas e arquitetônicas erguidas durante a Antiguidade Clássica, cuja origem atribui-se a um pequeno poema do poeta grego Antípatro de Sídon. Das sete maravilhas, a única que resiste até hoje praticamente intacta é a Pirâmide de Quéops, construída há quase cinco mil anos. É interessante que na Grécia se encontrava apenas a estátua de Zeus em Olímpia, construída em ouro e marfim com 12 metros de altura. A idéia que se tem dela vem das moedas de Elis onde foi cunhada a figura da estátua de Zeus.

A Pirâmide de Quéops (ou Khufu), também conhecida como a Grande Pirâmide, foi construída para ser a tumba do Faraó Quéops da quarta dinastia, cujo reinado se estendeu de 2551 a 2528 a.C. (século XXVI a.C.). É a maior das três pirâmides de Gizé: sua altura original era de 146,60 metros, mas atualmente é de 137,16 m, pois falta parte do seu topo e o revestimento. Estima-se ter necessitado de uma força de trabalho de cerca de 100 mil pessoas ao longo de 20 anos, estes homens eram livres. Entre as pirâmides, a de Quéops sobressai como uma das criações mais espetaculares e geniais da história da arquitetura.

 
Gizeh Cheops BW 1.jpg











Atualmente sabe-se que a Pirâmide de Quéops media, originalmente, cerca de 146,6 metros de altura (atualmente são 137 metros) e teria uma massa de 31.200.000 toneladas. Há duas hipóteses para a origem dos 2.600.000 blocos gigantescos que formam a estrutura. Uma é a de que teriam sido recortados das pedreiras, lapidados e transportados de barco através do Rio Nilo, colocados e unidos exatamente, com precisão milimétrica. Outra hipótese diz que estas pedras seriam sintéticas. O mais curioso é que no seu interior não se encontra nenhuma inscrição em contraste com as outras edificações egípcias, que são ricas em hieróglifos.
A Grande Pirâmide era originalmente revestida externamente com pedra calcária polida, fazendo ela brilhar com a luz do sol e tornando-a visível a quilômetros de distância. Tal revestimento foi saqueado há séculos, mas uma amostra de como era ainda pode ser vista no topo da pirâmide adjacente, a Pirâmide de Quéfren.
A Grande Pirâmide foi durante milênios a construção mais alta realizada pelo homem, só foi superada com a construção da torre de Lincoln (uma torre de Igreja), em 1311, que tinha 159 metros de altura. Porém, esta torre foi destruída em 1549 e depois disto a Grande Pirâmide só voltou a ser superada em 1889, com a inauguração da Torre Eiffel.

Interior da pirâmide


Esquema da seção Sul-Norte do interior da Pirâmide de Quéops

1.Entrada original, na face Norte, atualmente obstruida
2.Acesso atual, mandado abrir por Al-Mamun
3.Blocos de granito, selando o acesso à passagem superior
4.Passagem descendente até à Câmara subterrânea
5.Câmara subterrânea
6.Passagem ascendente de acesso à Grande Galeria
7.Câmara da Rainha
8.Passagem horizontal para a Câmara da Rainha
9.Grande Galeria
10.Câmara do Rei e Canais de ventilação
11.Passagem horizontal para a Câmara do Rei
12.Passagem que comunica a Grande Galeria com a Câmara subterrânea


 
Fonte: pt.wikipedia.org

2 comentários:

Marvin disse...

Puxa, adorei este post. Vc arrasou. Parabéns.

Wanessa Potter disse...

obrigada........ ptdl zqqzrz ´d ub.......